Devido a um perigoso parasita infeccioso, homem implora para médicos amputarem sua perna

Devido a um perigoso parasita infeccioso, homem implora para médicos amputarem sua perna

Um açougueiro de 40 anos pede para seus médicos amputarem sua perna, que, devido a um parasita infeccioso, chegou a pesar 150 kg e multiplicar em 10 o seu tamanho normal. Imagens fortes!

Um homem há muito tempo não sai da cama por causa de sua perna que atingiu um tamanho gigantesco. Assim, para conseguir mudar a sua vida e poder ter alguma qualidade, ele pede aos médicos para que a amputem.

Muhammad Mushtaq tem elefantíase, uma doença causada por um parasita infeccioso que impede o funcionamento do sistema linfático de drenar fluídos desnecessários e toxinas dos tecidos. Essa doença fez com que o homem de 40 anos tivesse sua perna esquerda totalmente deformada, que cresceu cerca de dez vezes em relação ao seu tamanho normal nos últimos dois anos.

Leia também
As dores de barriga dessa mulher escondiam um mistério assustador

O açougueiro aposentado, que foi forçado a abandonar o emprego, agora depende totalmente de seu irmão e de sua cunhada para ter suas necessidades mais básicas atendidas. Mushtaq, que é habitante da cidade de Gujranwala, no Paquistão, diz que, segundo um médico, a cirurgia em sua perna poderia leva-lo à morte.

Dessa forma, ele tenta apelar ao governo para que pague uma outra consulta a fim de que ele possa ter o ponto de vista de outro especialista, mesmo que este venha dizer que a amputação seja sua única opção. Falando sobre a sua condição, Mushtaq diz “Isso é muito doloroso para mim, tenho que ficar dependendo dos outros para as minhas necessidades mais básicas”, explicou.“Fico trancado em meu quarto o dia todo e preciso de ajuda de seis pessoas para me levantar por causa do meu peso”, lamentou.

O fato de ter sua perna impressionantemente inchada fez com que a vida de Mushtaq se tornasse absolutamente inativa, assim, seu peso natural também decolou. Hoje, seu peso, somado ao da perna, chega a 298 kg.

Mushtaq, que vive recentemente o luto da perda de seus pais, percebeu pela primeira vez que havia algo estranho em sua perna esquerda há dois anos. “Era um inchaço muito pequeno no começo, e por causa do constrangimento, não mostrei nem falei sobre o assunto com ninguém”, explicou. “Gradualmente, o nódulo começou a crescer e em três meses ficou tão grande que eu não conseguia mais andar de bicicleta ou dirigir”, continuou.

Dada a complicação do seu quadro, e não tendo mais a opção de esconder o seu problema de mais ninguém, uma vez que o inchaço já era evidente, Mushtaq decidiu ir ao médico familiar. “Foi ao médico da família aqui da região e ele me encaminhou para um check-up em Lahore ou em Karachi, duas cidades maiores por aqui”, completou. Mushtaq viajou 80 km de sua casa até a clínica Mayo, na cidade de Lahore.

Os médicos que avaliaram o seu quadro infeccioso deram o diagnóstico de que o seu caso é tão severo que uma cirurgia poderia matá-lo. “Eles me deram remédios para tratar a infecção do fungo, mas disseram em seguida que não tinha como lidar com a infecção propriamente uma vez que ela já havia atingido as veias e eu poderia perder muito sangue na cirurgia”.

Veja no vídeo acima, como está a perna de Muhammad Mushtaq, que pesa hoje 150kg!

(Fonte: Daily Mail) 

• Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações