Um menino de 2 anos triturou 1000 dólares das poupanças da sua família

Um menino de 2 anos triturou 1000 dólares das poupanças da sua família

Há as crianças que fazem birras na mercearia e atiram brinquedos para as sanitas, e depois, há as crianças de 2 anos que sabem como trabalhar uma trituradora de papel.

Há as crianças que fazem birras na mercearia e atiram brinquedos para as sanitas. Há outros que pintam com marcadores permanentes as paredes ou decidem que querem um irmão, ou um animal de estimação, precisam de um corte de cabelo… E depois, há as crianças de 2 anos que sabem como trabalhar com uma trituradora de papel.

Leo Belnap é um desses casos.

No domingo, seus pais, Ben e Jackee Belnap, da região de Salt Lake City, nos Estados Unidos, notaram que um envelope importante que tinha 1000 dólares havia sumido misteriosamente.

No ano passado os pais do menino, adeptos da Universidade de Utah, decidiram economizar dinheiro para pagar aos pais de Ben bilhetes para a temporada, disseram eles.

Após terem dado falta do envelope, eles começaram a separar a casa para procurar o dinheiro - debaixo do tapete, nas gavetas, no sofá, até mesmo no lixo, relatou um jornal.

"Estavamos revirando o lixo e Jackee grita e diz: 'Encontrei'" - estava no triturador, em mil pedacinhos.

Imediatamente, Jackee Belnap disse, eles sabiam que Leo era o culpado. Ele a ajudava a destruir o lixo e os documentos, confirmou a mãe. Aparentemente, a criança achou que também achava a ser útil dessa vez.

Primeiro, Belnap chorou, ela disse - só por um minuto. E depois acabaram por rir. "Tão arrasada e tão doente quanto nós", disse ela ao News4Utah, " foi um daqueles momentos em que é preciso rir".

A esperança e o dinheiro não estar perdidos para o casal.

O “Bureau of Engraving and Printing” oferece uma solução no caso de uma criança destruir centenas de dólares por acidente. Na verdade, o departamento tem uma "Divisão monetária para perdas" inteira, que é dedicada ao "resgate" de dinheiro queimado, encharcado, quimicamente alterado, mastigado por roedores ou deteriorado - um serviço gratuito ao público. Lida com aproximadamente 30.000 reclamações por ano, resgatando mais de 30 milhões de dólares em dinheiro “danificado”, de acordo com seu site.

No Twitter, Ben tirou uma foto dos esforços meticulosos do casal separando a moeda dos outros pedaços de lixo eletrónico, para que eles pudessem enviá-lo ao governo. E em seis meses a três anos, eles podem recuperá-lo.

Enquanto isso, Leo não está autorizado a usar o triturador. Os pais vão ficar com uma história para contar: "Bem, isso vai fazer uma grande história de casamento um dia", disse Jackee Belnap em entrevista.

• Pedro Souza
Leia mais