Diabetes tipo 1: sintomas, causas, definição

Diabetes tipo 1: sintomas, causas, definição

A diabetes tipo 1 afeta  cerca de 10% da população. Ao contrário do tipo 2 da doença, ela acontece desde a infância, mas como detectá-la e tratá-la?

O que é a diabetes? 

diabetes tipo 2 é uma doença caracterizada por uma hiperglicemia crônica, ou seja, uma taxa muito alta de glicose (açúcar) no sangue. Esse problema metabólico é devido a uma disfunção do sistema de assimilação e de estoque de açúcar ingerido pela alimentação. Mais precisamente, é ligado a uma disfunção ao nível do hormônio fabricado pelas células do pâncreas, a insulina.  

Definição de diabetes tipo 1

A diabetes tipo 1 é a forma menos comum da diabetes, atingindo de 5 a 10% das doenças. Ela aparece desde a infância ou adolescência e é chamada de diabetes juvenil.  Esta forma de diabetes começa no pâncreas, que não mais produz ou não produz de maneira suficiente a insulina para garantir a regulação da glicemia. Não se sabe porque mas o organismo ataca e destrói as células do pâncreas, encarregadas da produção de insulina. Por isso fala-se de doença de autoimune. 

Leia também
Leoa gravemente ferida é salva por veterinários no Quênia

Na falta deste hormônio, a glicose não sai do sangue e a glicemia fica constantemente elevada, mesmo em jejum. As causas da doença são incertas mas os especialistas acreditam que há fatores genéticos envolvidos. Os fatores ambientais também influenciam.   

Sintomas da diabetes tipo 1

Os sintomas da diabetes do tipo 1 são os mesmos da diabetes tipo 2, mas são muito mais intensos.

São eles: 

- sede intensa

- vontade frequente de urinar

- emagrecimento rápido apesar da falta de fome

- visão embaçada

- forte fadiga

- lentidão do processo de cicatrização 

Se a presença desses sintomas é detectada, é preciso consultar um médico que fará exames para confirmar ou não a doença. O teste é feito com uma amostra sanguínea. Se a glicemia em jejum é igual ou superior a 1,26 g/l, depois de dois exames seguidos, a diabetes é confirmada.   

O tratamento da diabetes tipo 1

A diabetes ainda é uma doença incurável. As pessoas que possuem diabetes tipo 1 devem injetar cotidianamente insulina para compensar a insuficiência ou impossibilidade do pâncreas de produzi-la. Isso abaixa a glicemia. A injeção de insulina é recomendada, mais que a ingestão oral, na medida que o hormônio é destruído pelos sucos digestivos.  

Se os diabéticos podem ter uma vida normal, eles devem ter disciplina para controlar a taxa de glicose sanguínea regularmente, adotar um regime alimentar apropriado, assim como um programa de exercícios físicos regulares. 

• Raposo Gabriela
Sem Internet
Verifique suas configurações