Casagrande comemora sua primeira Copa sóbrio

Casagrande comemora sua primeira Copa sóbrio

O famoso comentarista e ex-jogador Casagrande comemora sobriedade e comove a equipe na transmissão ao vivo da partida final da Copa 2018. Nas redes sociais, recebeu muito apoio dos fãs.

Superação

O atual comentarista da Rede Globo Globo Walter Casagrande já teve seus dias de glória. Ex-jogador do time paulista Corinthians e da Seleção Brasileira, Casagrande sofreu muito com sua dependência química. Porém, após vários meses de reabilitação, o comentarista já demonstra sinais de melhora e diz estar longe das drogas já há bastante tempo. Casagrande aproveitou a oportunidade do término da Copa do Mundo de 2018 com a vitória da França sobre a Croácia por 4x2, consagrando os "les Bleus" campeões do mundo, para fazer uma revelação que comoveu toda a equipe da cobertura do jogo e também os telespectadores.

Leia também
Reporter revida ataque de homem que a assediou

Esta foi a primeira Copa do Mundo em que o comentarista permaneceu sóbrio do começo ao fim do campeonato. "Essa Copa foi a mais importante da minha vida. Eu cheguei sóbrio, permaneci sóbrio e volto sóbrio", disse o ex-jogador ao final da partida. Emocionado, ele começou a chorar e foi abraçado pelo narrador Galvão Bueno, que também comoveu-se com a situação.

Nas redes

Nas redes sociais, o comentarista recebeu centenas de mensagens de apoio. Seus seguidores que acompanhavam a cobertura, principalmente no Twitter, enviaram diversas mensagens exaltando a história de superação e comentando sobre a revelação em rede nacional. "Me emocionei de verdade. O Casagrande é um lutador, lutador mesmo.Um grande guerreiro, tá dando a volta por cima e não esconde de ninguém. Um ídolo, força Casão!", disse um seguidor. Outro, comentou: "Deus abençoe o Casagrande, bacana ver a vitória do ser humano que foi lá no fundo do poço e voltou." "Casagrande limpo, trabalhando com o que ama foi um dos grandes destaques da copa pra mim", confessou uma seguidora."A superação do Casagrande é espetacular. Muitos zoam, mas poucos devem imaginar o que ele deve ter passado", comentou outro internauta.

Tempos sombrios

Walter Casagrande admitiu em rede nacional que era dependente químico e que sofria muito com a sua condição. Em entrevista, ele conta que já desde a época em que jogava pelo Corinthians, as drogas faziam parte do seu dia-a-dia. A primeira vez que usou drogas foi quando sua irmã faleceu vítima de um infarto fulminante. O comentarista tinha apenas 15 anos e usava os entorpecentes para "parar de sofrer", segundo ele. Ele começou a jogar futebol profissionalmente em 1982 e aposentou-se em 1996.

Durante toda a sua carreira, ele assume ter feito uso de entorpecentes: “Eu usava maconha, cocaína na semana. Até cheguei a usar em véspera de jogo”, revelou. Tudo piorou com a aposentadoria: “Veio o vazio do vício da adrenalina de se jogar futebol. Não tem nenhuma coisa no mundo que dá a mesma sensação de prazer que um gol em um jogo importante; O pico do prazer vai lá em cima e volta. Isso aí vicia”, disse. Seu processo de reabilitação começou em 2007, ano em que sofreu um grave acidente de carro. Na ocasião, Casagrande misturou cocaína com remédios, bateu o carro e foi internado com politraumatismo; na sequência, foi internado pela família em uma clínica de reabilitação. 

• Pedro Souza
Leia mais