Mulher senta em vaso sanitário e é picada por cobra de 1,5m

Mulher senta em vaso sanitário e é picada por cobra de 1,5m

Uma mulher de 59 anos foi picada por cobra que estava dentro do vaso sanitário na Austrália.

E de novo, a Austrália

Parece que quanto mais notícias bizarras vemos da Austrália, mas elas aparecem. Dessa vez, o pesadelo de muitas pessoas se tornou realidade: uma mulher foi picada por um cobra enquanto usava o vaso sanitário. A mulher em questão chama-se Helen Richards, moradora da cidade de Brisbane, na Austrália. Ela estava hospedada na casa de um parente, e precisou usar o banheiro no meio da noite. Como já estava tarde, ela decidiu não acender as luzes para não atrapalhar o sono dos que já dormiam, e resolveu se aliviar no escuro. Qual não foi a surpresa dela quando a mulher de 59 anos sentiu uma picada dolorosíssima ao se sentar no vaso sanitário. Ela jamais esperava encontrar o que estava escondido dentro do trono: uma cobra píton-carpete.

Inicialmente, ela conta que não conseguiu identificar o que a havia picado, e que achou que fosse uma espécie de tartaruga: "Eu dei um pulo com as calças abaixadas e me virei para ver o que parecia ser uma tartaruga de pescoço comprido voltando para dentro do vaso", contou Helen em uma entrevista concedida ao canal de notícias australiano The Courier Mail. O que ela estava olhando era, na verdade, uma serpente de um metro e meio de comprimento. Para a sorte dela, a cobra não é venenosa, apesar de ser bastante comum nesta região do país. No fim das contas, ela teve apenas um machucado levemente profundo, mas o estrago com certeza seria bem pior caso a cobra fosse venenosa.

Leia também
Um tubarão-cobra raríssimo descoberto nas profundezas da costa de Portugal

E mais uma vez, o calor intenso é o culpado

Depois do incidente, Helen acionou as autoridades para retirar a serpente de sua casa. Uma das que foram ao auxílio da moradora era Jasmine Zeleny, uma tratadora de répteis local, que ajudou no resgate do animal. Segundo ela, essa espécie de cobra não apresentam tanto perigo pelo fato de não serem venenosas, mas sua mordida pode causar danos consideráveis. Ela foi entrevistada pela equipe da BBC, e contou mais ou menos como o réptil foi parar dentro do vaso sanitário: "Infelizmente, a porta de saída da cobra foi bloqueada, ela se assustou quando Richards sentou e atacou com medo", disse ela. Ela também contou como estava a situação no momento em que chegou para o resgate, e disse que Helen conseguiu controlar a situação de uma forma bastante satisfatória: "Quando cheguei lá, ela tinha prendido a cobra e se acalmado. Richards lidou com a situação toda muito bem". Ao chegar no local, a moradora já havia limpado o local da mordida, mas que foi aconselhada também a tomar uma vacina antitetânica, pois apesar de a cobra não ser venenosa, ainda há riscos. Ao final da entrevista, a tratadora deu uma notícia não tão boa; segundo ela, é bastante comum casos como este acontecerem. E o motivo é nada menos que o calor: com as temperaturas mais altas, as cobras saem de seu habitat natural e começam a procurar águas um pouco mais frescas, como as do vaso sanitário por exemplo. É melhor sempre se certificar que não há nada dentro do vaso na próxima vez que você for ao banheiro!

Fonte: BBC Imagem: Jasmine Zeleny 

• De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações