Maior Píton já vista é encontrada na Flórida depois de ser traída por seu "companheiro"

Maior Píton já vista é encontrada na Flórida depois de ser traída por seu "companheiro"

Pesquisadores na Flórida fizeram sua maior descoberta quando a cobra macho "Judas" os levou para sua fêmea prenha - que media incríveis 5 metros de comprimento.

O Big Cypress National Preserve in Florida é um parque nacional com um grande problema com cobras. Desde dos anos 1980, Burmese pythons - que não são nativas da área - têm ameaçado a vida selvagem local. Especialistas acreditam que as Python foram inicialmente lançadas na selva por pessoas que as mantinham como bichos de estimação até que elas cresceram "demais". Fora isso, mais desses predadores escaparam no parque em 1992 quando um dos locais de criação foi destruído por um furacão.

Leia também
Uma cobra-real e uma python enfrentam-se em um combate na rua

A presença de Pythons levou a uma enorme queda da população de marsupiais, guaxinins e linces na região bem como a dizimação dos coelhos do pântano, coelhos cauda-de-algodão e raposas nativas da área. Assim que as Pythons Burmese se viram no topo da cadeia alimentar, coube somente aos humanos tentar e tirá-las dos espaços invadidos. Estima-se que haja atualmente cerca de dez mil Pythons Burmese na região de Everglades na Flórida.

Uma forma que os pesquisadores estão fazendo para remover as cobras é colocando radiotransmissores nos machos, que acabam conduzindo até as fêmeas reprodutoras. Essa é a técnica que levou os pesquisadores a achar a maior Píton já vista - uma fêmea prenha de 65 kg guardando 74 ovos.

Aperte o play no vídeo acima para ver a gravação dessa incrível criatura!

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações