Fábrica de cerveja mais antiga do mundo é encontrada no Egito

Fábrica de cerveja mais antiga do mundo é encontrada no Egito

Arqueólogos encontraram vestígios do que seria uma fábrica de cerveja de mais de 4,5 mil anos.

A civilização egípcia é uma das mais antigas do mundo. Há mais ou menos 4,5 mil anos atrás, ela começou a se desenvolver nas margens do rio Nilo, e a sociedade egípcia ficou conhecida, principalmente, pelas famosas pirâmides. Para abastecer as centenas de trabalhadores que erguiam as pirâmides, mantimentos de diversas partes eram buscados, sendo recebidos em grande parte pelas águas do Nilo.

Assim, para dar conta de receber tudo o que chegava, perceberam a necessidade de construir um porto. Arqueólogos, recentemente, encontraram vestígios de duas residências: uma seria uma espécie de depósito, e a outra, um local onde era produzida a cerveja. Eles acabaram descobrindo a fábrica de cerveja mais antiga do mundo, datada de mais de 4,5 mil anos.

As edificações

As construções encontradas são da época do faraó Menkaure, que construiu a primeira pirâmide que levou seu nome, entre os anos 2490 a.C e 2472 a.C. A Associação de Pesquisa do Egito Antigo, que conduz as expedições, acredita que uma das edificações servia para a contenção e abate de animais para alimentação, supervisionados por um funcionário local. Na outra estrutura, foram encontrados selos citando a chamada wadaat, uma instituição egípcia formada por sacerdotes que tinham poder no governo.

No mesmo local, foram encontradas ferramentas para a produção da cerveja, o que indica que os religiosos que conduziam a fabricação de cerveja e pães na época. Ambas as estruturas fazem parte do que a Associação chama de o "porto nacional de seu tempo", pois recebia os mantimentos de todo o Egito Antigo e do Mediterrâneo. Outras edificações já haviam sido encontradas no local, em sua maioria casas que abrigavam os trabalhadores de Menkure. Tudo indica que o porto ainda estava em funcionamento na época da misteriosa construção da Grande Pirâmide de Gizé por volta de 2551-2528 a.C., pois foi descoberto um diário que faz referências a tal porto. O diário ainda está sendo decifrado por especialistas. 

Leia também
A piscina da morte: o lugar mais perigoso do mundo para um mergulho

História da cerveja

A cerveja é uma das bebidas mais antigas da história da humanidade. Ela já era conhecida pelos antigos sumérios, egípcios, mesopotâmios e iberos há pelo menos 6000 a.C. Com o advento da agricultura e técnicas de plantação e cultivo de alimentos, a cerveja virou assunto sério na época. Até mesmo uma lei para respeitar os critérios de produção e venda da cerveja foi criada, condenando à morte quem o descumprisse. A base da alimentação no Egito Antigo era o pão e a cerveja, e acredita-se que até mesmo as crianças consumiam a bebida.

Como os homens se ocupavam das tarefas braçais que exigiam maior esforço físico, como erguer as pirâmides, caçar e lutar nas guerras, a maior parte da produção destes alimentos era feita sobretudo por mulheres e é por isso que a deusa da cerveja denominada Ninkasi é uma figura feminina. No Brasil, a primeira cervejaria nacional foi aberta somente no ano de 1637, no Recife, e não tinha nenhuma marca, sendo vendida em barris. Mesmo com o passar dos anos, a cerveja nunca saiu do gosto do ser humano, e até hoje é uma das bebidas mais consumidas do mundo todo.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações