Duas pessoas foram detidas depois de manter relações em pleno voo

Duas pessoas foram detidas depois de manter relações em pleno voo

Normalmente, quando ouvimos ou pensamos em situações de sexo num avião imaginamos que os participantes do ato escolheriam o WC para tal loucura. 

Mas duas pessoas a bordo de um voo de Los Angeles para Detroit, supostamente tiveram uma ideia diferente quando realizaram uma cena de sexo nos seus próprios lugares, à vista de todos os passageiros.  

"Há crianças", disse um passageiro, que não quis ser identificado, à WDIV-TV, em Detroit. “Existem famílias. Existem idosos. Essas coisas devem ser respeitadas".

A porta-voz do Detroit Metro Airport, Erica Donerson, disse à Global News que os dois foram levados sob custódia no terminal quando o avião aterrou, depois da polícia local tomar conhecimento da ... perturbação ... dos tripulantes da Delta.

O homem de 28 anos e a mulher de 48 anos eram supostamente estranhos um ao outro antes de embarcar no avião. Não se sabe em que circunstâncias eles se tornaram… mais familiarizados, ou se drogas ou álcool tiveram um fator predominante neste “encontro”.

Os dois foram citados pela polícia do aeroporto. Donerson confirmou que o FBI agora está assumindo o caso, procedimento operacional padrão para qualquer incidente ou investigação que ocorra a bordo de um voo nos Estados Unidos.

O porta-voz do FBI, Tim Wiley, disse ao The Detroit Free Press que a agência cuida de todos os casos de aviação "uma vez que a porta de embarque se fecha, independentemente da gravidade".

Leia também
O que não dizer para uma mulher na cama!

A Delta Airlines se recusou a comentar os detalhes do incidente a bordo do avião, além de confirmar que ocorreu um distúrbio. Os nomes do homem e da mulher envolvidos não foram divulgados neste momento. 

Casos de casais nada tímidos em públicos são comuns. O vídeo de um casal flagrado supostamente transando durante a celebração do ano novo na Nova Orleans, EUA, tem circulado nas redes sociais. Privacidade é para os fracos!

(Fonte: Global News) 

• Bruna Moura
Leia mais