Devido ao forte calor, caixa d'água "derrete" no Rio
Devido ao forte calor, caixa d'água "derrete" no Rio
Leia mais

Devido ao forte calor, caixa d'água "derrete" no Rio

Vídeo que viralizou mostra os efeitos do calor sobre uma caixa d'água. Registro foi feito no bairro mais quente da cidade.

Uma cena inusitada chamou a atenção dos moradores de Bangu, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. A caixa d'água de uma moradora simplesmente derreteu devido ao forte calor que faz na cidade. O vídeo de apenas 11 segundos viralizou nas redes sociais.

Nas imagens, uma caixa de armazenamento aparece retorcida e vazando água. Ao fundo, é possível a voz de uma moradora, que demonstra preocupação com um possível acidente: "Meu medo é dela derreter e 'espatifar' toda". Muitos internautas compartilharam o vídeo nas redes sociais e fizeram piada com a situação. Os termômetros marcaram 40,6º C na cidade na tarde desta terça-feira. Segundo os relatos, o vídeo foi gravado na região de Bangu, bairro superpopuloso que há décadas é conhecido como o mais quente do Rio de Janeiro. A sensação térmica no dia era de 52º C por lá.

As altas temperaturas são explicadas pela posição geográfica do bairro, que conta com uma estação meteorológica: situado entre dois maciços que impedem a circulação de vento, Bangu é também o bairro do Rio que fica mais longe do mar. A alta urbanização da região colabora para esse quadro. Não é raro que seus mais de 240 mil habitantes vivenciem dias com temperaturas que ultrapassam os 40º C no verão, que começa no Brasil na próxima sexta-feira, 21 de dezembro. E ainda assim, tem muitas pessoas que menosprezam os perigos do sol.

Há mais de uma semana, o Rio de Janeiro tem registrado dias quentes, com muito sol e praias lotadas no fim de semana. Os especialistas preveem temperaturas recordes na cidade até fevereiro. O excesso de calor pode trazer problemas sérios para a saúde. Desidratação, elevação na pressão alta, proliferação de doenças respiratórias e infecciosas são alguns deles.

Vale lembrar que, no Rio de Janeiro e em todo o Hemisfério Sul, ainda é primavera. 

Escrito por De Freitas Agostinho
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações