Como é o treinamento do BOPE?

Como é o treinamento do BOPE?

Treino do Bope é reconhecido pelo seu alto grau de dificuldade. Alunos dormem 3 horas e meia por noite, apenas.

O Batalhão de Operação Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro ficou mundialmente conhecido através dos filmes Tropa de Elite. Porém, o que muitos não sabem é o esquema de treinos dos integrantes do batalhão que fazem com que os seus integrantes atinjam uma forma física praticamente impecável.

Segundo o ex-capitão Rodrigo Pimentel, os treinos têm duração de, no mínimo, três meses e meio. O primeiro mês deste processo chama-se "inferno", já que é muito pesado e intenso. Outro ponto citado pelo ex-capitão é o de que os alunos dormem apenas três horas e meia por noite, e têm de negociar alimentação por alguma atividade física; ele conta ainda que já existiram grupos em que apenas 4 dos 50 inscritos passaram na bateria de treinos. As piores etapas da bateria de treinos são uma marcha de 120 kilômetros a cavalo sem sela e um teste de defesa pessoal em que o aluno enfrenta oito oficiais de uma vez. Segue o treino completo: 

 

Treino A

Objetivo: resistência aeróbica e anaeróbica lática, potência e força dinâmica.

Duração: de 60 a 80 minutos conforme o ritmo empregado.

Feito em terrenos de areia fofa (parte plana), esteira inclinada, ladeiras (com inclinações entre 6º a 10º, de acordo com a condição atlética do praticante) ou grama. O educador físico sugere variar o terreno.

Sequência:

Movimentos articulares;

Alongamento;

Aquecimento global (polichinelos, elevação de joelhos, calcanhar nos glúteos);

20 passadas com agachamento a fundo, lenta e contínua (torre);

20 minutos de trote com frequência cardíaca (FC) moderada em torno de 65% a 75% da máxima;

20 flexões de braço fechadas (ou 10 barras paralelas) + 50 abdominais BOPE (com halter de 2 kg em cada mão – subir o tronco e flexionar simultaneamente uma das pernas, girar o tronco em direção à perna dobrada e voltar ao posicionamento original deitado, depois repetir o mesmo procedimento para o outro lado);

20 flexões de braço abertas ou 10 barras fixas com a palma da mão virada para fora;

6 tiros de velocidade máxima de 20 segundos na areia fofa ou outro terreno escolhido, com intervalo de no máximo 40 segundos entre um tiro e outro, e FC acima de 75%;

Trote recuperativo de 20 minutos sem ultrapassar os 60% da FC;

Alongamento.

 

Treino B 

Objetivo: resistência aeróbica e flexibilidade.

Duração: entre 40 e 50 minutos.

Feito em terrenos planos, com exceção da areia fofa.

Sequência: 

Movimentos articulares;

Alongamento;

Corrida recuperativa de 30 minutos, em que a FC não ultrapassa os 70% do seu nível máximo;

Alongamento com mais amplitude.

 

Treino C

Objetivo: resistência aeróbica, anaeróbica lática e alática, potência, coordenação motora, flexibilidade e força dinâmica (condicionamento para terrenos inclinados.

Leia também
As terríveis consequências de quem injeta Synthol para ter braços musculosos

Duração: entre 30 e 40 minutos.

Feito em ladeiras, rampas ou esteira com inclinação entre 6º e 8º (Otero recomenda inclinação de 8º).

Sequência:

Movimentos articulares;

Alongamento;

Caminhada de 5 minutos em inclinação ascendente;

Tiro de 2 minutos na ascendente com FC máxima;

Repouso ativo imediato com 10 flexões de braço abertas e 10 fechadas + 25 abdominais BOPE;

Direto fazer um segundo tiro de 2 minutos na ascendente;

Repouso ativo imediato com 10 flexões de braço abertas e 10 fechadas + 25 abdominais BOPE;

Direto fazer um terceiro tiro de 2 minutos na ascendente;

Repouso passivo de 1 minuto;

Quarto tiro de 2 minutos na ascendente;

Repouso passivo de 1 minuto e alongamento.

 

Treino D 

Objetivo: resistência aeróbica e anaeróbica lática e alática, potência, coordenação motora, endurance (resistência) e flexibilidade.

Duração: entre 40 e 50 minutos.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações