Uma doutorada descobre por acidente os segredos de uma bateria revolucionária

Uma doutorada descobre por acidente os segredos de uma bateria revolucionária

Uma estudante de doutorado em Química da Universidade da Califórnia de Irvine, nos Estados Unidos, descobriu por acaso um meio de revolucionar as próximas gerações de baterias tornando-se praticamente inutilizáveis.

Em pesquisas, muitas das grandes descobertas decorrem de acidentes de manipulação. A de Mya Le Thai não foge à regra. Essa estudante de doutorado em Química da Universidade da Califórnia de Irvine, nos Estados Unidos, descobriu por acaso um meio de revolucionar as próximas gerações de baterias.

Elas seriam, com efeito, potencialmente capazes de suportar até 200 mil ciclos de carregamento e de descarregamento antes de apresentarem os primeiros sinais de enfraquecimento. Uma potencialidade, no mínimo, impressionante quando sabemos que as tecnologias tradicionais de lítio chegam apenas aos 7 mil ciclos.

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações