Clamídia: tem cura? Sintomas e prevenção
Clamídia: tem cura? Sintomas e prevenção

Clamídia: tem cura? Sintomas e prevenção

A clamídia é a infecção sexualmente transmissível mais comum. É causada pela bactéria Chlamydia trachomatis. Quais são seus sintomas e qual é seu tratamento?

O que é clamídia?

A clamídia é uma infecção sexualmente transmissível (IST). A bactéria patógena responsável pela infecção é a Chlamydia trachomatis.

É a IST mais comum entre os jovens (de 16 a 24 anos). Ela afeta mais as mulheres do que os homens.

A clamídia muitas vezes é assintomática e geralmente é subdiagnosticada. É facilmente tratada, mas pode levar a complicações graves se não for detectada precocemente.

Clamídia: sintomas

Na maioria dos casos, as pessoas com clamídia não apresentam sintomas. Este é o caso para cerca de 75% das mulheres e 50% dos homens. Quando ela se manifesta, a infecção pode tornar-se muito incômoda.

Clamídia em homens: os primeiros sinais de clamídia são na uretra:

- coceira

- formigamento

- secreções anormais esbranquiçadas ou amareladas

- Sensação de queimação durante a micção

- Dor no escroto

Clamídia em mulheres: geralmente a clamídia começa no colo do útero:

- Corrimentos vaginais incomuns

- Sangramentos entre os períodos menstruais e depois das relações sexuais

- Dores durante a relação sexual

- Dores durante a micção

- Dores abdominais ou na parte inferior das costas

Em homens e em mulheres, a clamídia pode infectar os olhos e causar uma conjuntivite, assim como o reto e provocar coceiras, dores e secreções anormais.

Se não for tratada, a clamídia pode levar a sérias complicações. Nas mulheres, a infecção pode provocar uma doença inflamatória pélvica. Em homens, pode causar inflamação da próstata (prostatite) ou epidídimo (ducto nos testículos que transportam o esperma). Além disso, a infecção por clamídia aumenta o risco de transmissão de HIV.

Causas da clamídia

A clamídia é uma doença sexualmente transmissível. Isso quer dizer que ela se transmite durante as relações sexuais, vaginais, anais ou orais. Para prevenir a doença, é importante se proteger de forma eficaz. Em alguns casos, pode ser transmitida de mãe para filho durante o parto.

Tratamento contra a clamídia: remédios

A clamídia é uma doença silenciosa. Portanto, não se deve esperar até que os sintomas apareçam para se consultar. Exames periódicos podem identificar rapidamente a infecção e tratá-la da forma mais eficaz possível.

A clamídia é causada por bactérias e seu tratamento consiste na ingestão de antibióticos. A escolha do antibiótico é feita pelo médico e depende de cada paciente e da gravidade da infeção. Além disso, recomenda-se abstinência sexual até uma semana após o final do tratamento.

Em alguns casos, a infecção persiste após o final da intervenção. Novos exames são realizados vários meses após a finalização do tratamento para assegurar a cura completa.

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações