Funcionário rouba avião e causa acidente que provoca sua morte

Funcionário rouba avião e causa acidente que provoca sua morte

Um avião foi roubado nos Estados Unidos por um funcionário da empresa aérea. Depois de decolar, ele causou um grave acidente  que culminou em sua morte.

Jatos militares foram mobilizados na última sexta-feira à noite depois de um agente de serviço de piso do aeroporto de Seattle roubar um avião, decolar e fazer manobras com a aeronave. Cerca de uma hora depois ele acabou batendo numa ilha perto da cidade.Nenhum passageiro ou tripulação estava à bordo no avião.

O xerife  da região comentou que o piloto tinha ideias suicidas e que tinha 29 anos de vida. Ele morreu no acidente. O diretor da empresa aérea pediu simpatia e apoio à família da vítima, entes queridos e colegas.O xerife afirmou que não havia indicação de que se tratava de um ataque terrorista ou de que o homem queria machucar alguém. “A maioria dos terroristas não fazem loops em cima da água”, disse ele numa conferência de notícias na sexta-feira.

O pequeno avião comercial foi levado da manutenção por volta das oito horas da noite e não estava agendado para receber nenhum vôo de passageiros, de acordo com a Alaska Airlines. A empresa aérea afirmou que o homem trabalhou como agente nos serviços de base para a Horizon Air, de quem o avião foi roubado.

A Horizon Air faz parte do grupo Alaska Air, responsável por vôos mais curtos pelo oeste dos Estados Unidos.O avião caiu na ilha de Ketron, zona rural, e pegou fogo. Dois jatos F-15 foram mobilizados em Portland, Oregon, para tentar tirar o avião caído do Oceano Pacífico, segundo comunicado do NORAD, North American Aerospace Defense Command (Comando Aéreo de Defesa Norte-Americana) pelo Twitter. “Eu agradeço a rápida resposta e o profissionalismo dos nossos pilotos e de toda a NORAD, que estavam em alerta hoje, como em todos os dias do ano”, falou o General Terrence O’Shaughnessy, comandante do NORAD.

Registros de áudio parecem ter capturado o piloto bastante desesperado, comunicando-se com os operadores de controle de vôo enquanto iniciava a decolagem. “Tem muita gente que se importa comigo. Vai ser muito triste desapontá-los ao ouvirem que eu fiz isso. Eu gostaria de me desculpar com cada um deles”, disse o homem pelo sistema de rádio. É possível ouvir um operador de controle tentando convencer o homem a aterrissar. “Estamos tentando encontrar um lugar para você aterrissar com segurança”, disse o operador. “Ah, sim, ainda não estou pronto para aterrissar”, respondeu o homem.O incidente manteve temporariamente aviões parados na pista e muitos passageiros tiveram seus vôos atrasados. 

• Bruna Moura
Leia mais