Uma teia de aranha gigantesca invade uma praia na Grécia

Uma teia de aranha gigantesca invade uma praia na Grécia

A cidade grega de Aitoliko estaria recebendo a filmagem do próximo Spider-Man? É no que poderíamos acreditar ao encontrar a teia XXL de 300 metros de comprimento que decora uma de suas praias. Se trata, na verdade, da obra natural de indivíduos do gênero Tetragnatha, uma multidão de aranhas que aproveitam as condições climáticas para se reproduzirem.

Aracnofóbicos, evitem ir à Grécia nos próximos dias. Em especial se for para o litoral turístico de Aitoliko, uma cidadezinha situada entre duas pontes no oeste do país. Como revelou um internauta que postou no Youtube um vídeo: uma de suas praias está atualmente invadida por uma teia de aranha espetacular que se estende por mais de 300 metros. O que será que está acontecendo?

A estação do amor

Árvores, arbustos e a borda do mar, nenhum centímetro da praia escapou dos fios das Tetragnatha que parecem ter marcado um encontro para uma última orgia! No menu essas inúmeras aranhas: um banquete de mosquitos e copulação em abundância.

Esse fenômeno preocupante para alguns, não é nada excepcional. Segundo Maria Chatzaki, uma bióloga molecular da Universidade Democrática de Thrace (Grécia) e que foi entrevistada pelo site Newsit: "não é a primeira vez que isso acontece. É bastante comum, na verdade, já que isso pode acontecer a cada dois anos".

De fato, as aranhas do gênero Tetraganatha aproveitam o final do verão, estação ideal para se alimentarem de mosquitos, muito presentes nas zonas quentes e úmidas nesse período, e para se reproduzirem e assim dar à luz uma nova geração.

Mas os espectadores do espetáculo podem ficar tranquilos, tudo deverá voltar à ordem em breve já que, de acordo com a especialista: "as aranhas fazem a festa e logo em seguida morrem". Um tipo de canto da cigarra para essa espécie do corpo bastante alongado.

Inofensivas e muito úteis

As Tetragnatha formam um gênero comum de aranhas que podemos encontrar nos Estados Unidos e na Europa e que têm por hábito tecerem suas teias em planícies úmidas. Algumas têm até mesmo a capacidade de andar sobre a água. Mas é inútil ter medo: elas são inofensivas. "Essas aranhas não são perigosas para os seres humanos e não provocam nenhum dano à flora do local", assegura a bióloga.

Leia também
Veja uma experiência alucinante para fazer na praia

Melhor ainda, elas são responsáveis por se desfazerem dos mosquitos que invadiram o local nesse ano, de acordo com vários observadores. Então, por que não aproveitar esse espetáculo da natureza enquanto ele durar?

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações