Uma gigantesca teia de aranha cobre um lago na Grécia

Uma gigantesca teia de aranha cobre um lago na Grécia

Um mês depois de uma teia de aranha de 300 metros de comprimento cobrir uma praia na Grécia, um fenômeno semelhante ocorreu no país, desta vez as bordas de um lago que foram invadidas por teias que se estendem por um quilômetro de comprimento.

Uma teia de aranha de mais de um quilômetro de comprimento cobre as margens e alguns pontos desse trecho de água, localizado no norte da Grécia.

Segundo os especialistas, esse fenômeno é causado pelo aumento do número de Tetragnatha, uma espécie de aranha que vive nas margens de córregos e lagos. Esses aracnídeos, reconhecíveis por seus corpos e pernas alongados, se alimentam de mosquitos e insetos, que atualmente são abundantes na Grécia afetada por um calor incomum.

Como as aranhas encontram muitas presas para comer, elas se reproduzem mais rápido e em maior número. Elas então tecem sua teia para acasalar, mas o número de invertebrados tendo aumentado consideravelmente, a combinação das diferentes teias forma esse impressionante espetáculo.

Uma teia de um quilômetro de comprimento e dez de largura

Assim, ao longo da estrada que margeia do Lago Vistonida, a tela chega a um quilômetro de comprimento e até dez metros de largura em alguns lugares. Não importa a arquitetura, nada é poupado. Plantas, cercas e até uma pequena capela se viram cobertas pelo que parece ser um set de filmagem.

E isso não deve parar por aí, as condições meteorológicas não devem mudar nos próximos dias. "As condições climáticas são ideais para as aranhas se multiplicarem", confirma o biólogo Euterpe Patetsini na TV local Alpha TV.

Uma espécie de aranha que ama a água

O feito físico é impressionante para um animal com poucos centímetros de comprimento, mas que apresenta algumas peculiaridades notáveis. Incluindo o de poder se esticar completamente, suas patas dianteiras se lançam na frente de sua cabeça, permitindo que ele se misture com uma folha de grama em caso de ataque de algum predador.

Leia também
Ela faz uma descoberta terrível ao querer comer uma banana

Esta aranha tem ainda a capacidade de andar sobre a água, mas é completamente inofensiva, seja para seres humanos ou para as espécies vizinhas. É até mesmo benéfica para seres humanos, pois os livra dos mosquitos comendo-os.

Um fenômeno já visto, mas não nessas proporções

A Grécia é particularmente suscetível a esse tipo de fenômeno ultimamente já que, há um mês, o Lago Aitoliko, localizado no oeste do país, havia testemunhado um fenômeno semelhante. Desta vez, a teia gigante tinha "apenas" 300 metros de comprimento.

Este fenômeno não é novo, uma vez que ocorre todos os anos, mas foi particularmente favorecido este ano pelas altas temperaturas e pelas ricas populações de insetos que se proliferaram.

• Marcos Silva
Leia mais