Impressionante chuva de aranhas é filmada em Minas Gerais

Impressionante chuva de aranhas é filmada em Minas Gerais

Uma cena impressionante capturada no interior de Minas Gerais parece mostrar uma núvem de aranhas caindo do céu. Uma aparente "chuva" de aracnídeos, que, em si, são inofensivas.

Quando a tempestade se intensifica, a gente diz que está chovendo "cordas" ou "cães e gatos", diz o pessoal da Inglaterra, aqui no Brasil, chove mesmo é aranha! Tirando que nesse último caso, não se trata de um expressão metafórica, mas sim da mais pura verdade... Ou quase.

Publicada nas redes sociais, a cena foi filmada por João Pedro Martinelli Fonseca. O homem atravessava uma plantação dos seus avós em Espírito Santo do Dourado, uma cidade do Estado de Minas Gerais situada a cerca de 250 km do Noroeste de São Paulo, quando ele percebeu que os estranhos pontos pretos no céu eram... aranhas!

Ninhos aéreos

Inofensivas para o ser humano, essa nuvem de Parawixia bistriata, espécie comum nessa região quente e úmida do Brasil, no entanto, não tem nenhuma intenção em cair no chão como se fosse chuva. As criaturinhas vivem, na verdade, confortavelmente instaladas em suas teias tecidas no alto. Ninhos de ceda invisíveis a olho nu - dão a impressão de que as aranhas "flutuam" literalmente no ar - dão a impressão, entretanto, absolutamente monumental.

"Ao longo do dia, as aranhas fazem uma bola de ceda gigante na vegetação, subindo nas primeiras horas da noite a fim de construir o chão [de ceda] gigante que pende entre as árvores e os arbustos", explica ao Guardian Adalberto dos Santos, arqueólogo da Universidade Federal de Minas Gerais. Dimensões dessas redes aéreas: até quatro metros de largura para perto de três metros de comprimento.

Esses imensos fios estendidos entre os galhos possibilitam às aranhas capturar suas presas: insetos muito geralmente, mas também às vezes pequenos pássaros. Nenhum animal voador, seja ele qual for, conseguiria escapar ileso dessas tramas tão justas.

Nenhum risco para o homem

Leia também
Imagens de um enorme tubarão-tigre capturado na Austrália comovem a internet

Por mais que seja impressionante, o espetáculo dessa aparente "chuva" de aranhas não traz muito perigo para o ser humano, como ressalta Adalberto dos Santos: "Os humanos não tem nada a temer: o veneno dessa espécie não é perigoso [para eles] e suas mordidas não provocam muito mais dor do que a de uma formiga lava-pé." Nada de sério a temer, então, vindo das Parawixia bistriata, que se mostra ser então até benéfica para nós!

As vastas teias das aranhas servem para regular a presença de insetos como moscas e mosquitos que surgem durante as noites abafadas. "Elas nos são muito mais benéficas do que nocivas", continua finalmente Adalberto dos Santos. Ao contrário das nuvens de mosquitos, essa "chuva" de aranhas prova-se ser finalmente tão desagradável quanto uma chuvinha de verão. Acho que só faltou mesmo elas fazerem um belo arco-íris...

De Freitas Agostinho
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações