Angiografia Coronária: definição, como é feito o exame e há riscos?

Angiografia Coronária: definição, como é feito o exame e há riscos?

A angiografia coronária é um exame radiológico que permite observar as artérias coronárias e, assim, diagnosticar várias patologias cardíacas.

Definição de angiografia coronária

Como o próprio nome sugere, a angiografia coronária é o exame das artérias coronárias, isto é, as artérias que vascularizam o coração. É, portanto, um exame radiológico da cardiologia, o qual é possível visualizar patologias coronarianas, como um estreitamento arterial que pode ser responsável pela isquemia miocárdica, uma angina (ou angina pectoris) e que pode, eventualmente, se complicar e levar ao infarto do miocárdio (ou ataque cardíaco). Além disso, esse exame é realizado em todos os pacientes idosos que serão submetidos à cirurgia cardíaca. A angiografia coronária também pode ser usada para monitorar a insuficiência cardíaca.

Como é feito a angiografia coronária?

A angiografia coronariana é um exame que requer internação de 24 horas. É preciso estar em jejum de 8 horas antes do exame. O paciente é raspado na região púbica e nas coxas, pincelado com um antisséptico e colocado em uma perfusão. Ele é então levado a uma sala de cateterização intervencionista higienizada para minimizar o risco de infecção. Para realizar uma angiografia, é necessário executar uma punctura arterial, por onde se aplica uma anestesia local. Como regra geral (pouco mais de 50% dos casos), a artéria femoral direita está localizada na virilha que é perfurada, mas também é possível passar pela artéria radial encontrada no pulso. Especificamente, o paciente fica deitado nu na mesa de exame, coberto por um campo estéril. O examinador introduz uma agulha pela qual ele desliza uma sonda que vai até as artérias coronárias. O líquido de contraste é então injetado e imagens de raios-X são feitas. A sonda e a guia são então removidas. Esse procedimento dura cerca de meia hora.

Leia também
A musa do exército norte-americano

Angiografia: existem riscos e contraindicações?

Todas as precauções são tomadas para evitar complicações que possam resultar da angiografia coronária. Elas permanecem relativamente raras, mas podem ser benignos ou sérias. Além do hematoma que pode se formar no ponto de punção (na virilha ou no punho), alguns pacientes podem ter hemorragia. Além disso, é possível, excepcionalmente, que a sonda usada danifique os vasos sanguíneos formando um aneurisma ou soltando uma placa ateromatosa. Além disso, o produto de contraste é susceptível de causar alergia (que pode ser antecipado com o tratamento anti-histamínico), distúrbios renais (daí o risco de insuficiência renal) ou simplesmente náusea ao se alimentar algumas horas após o término do exame. 

 

• Danielle Pereira
Sem Internet
Verifique suas configurações