Amniocentese: definição, riscos, quando fazer e como funciona?
Amniocentese: definição, riscos, quando fazer e como funciona?

Amniocentese: definição, riscos, quando fazer e como funciona?

A amniocentese é um exame do líquido amniótico que revela anomalias genéticas e problemas cromossômicos, como a trissomia do cromossomo 21.

Definição: o que é a amniocentese?

A amniocentese é um exame do líquido amniótico que permite revelar anomalias genéticas e problemas cromossômicos. Ela é muito utilizada para descartar a trissomia do cromossomo 21. A amniocentese é um exame regular prescrito para mulheres grávidas mas que apresentam riscos na gestação. 

Realização de uma amniocentese 

A amniocentese é feita no quarto mês de gestação. O exame acontece em um hospital ou em uma maternidade e é acompanhado por uma ecografia. Uma agulha guiada por um ultrassom é introduzida no abdômen da mãe para recolher entre 15 a 20 centímetros cúbicos do líquido amniótico. A intervenção dura apenas alguns minutos. Os resultados da amniocentese estão disponíveis entre 3 e 4 semanas depois do exame. No caso de uma anomalia, um aborto terapêutico será proposto. 

Escrito por Raposo Gabriela

Sem Internet
Verifique suas configurações