Ácido úrico: definição, função, como analisar os resultados?
Ácido úrico: definição, função, como analisar os resultados?

Ácido úrico: definição, função, como analisar os resultados?

O ácido úrico é um resíduo metabólico derivado da degradação de células mortas, mas também do produto da digestão de certos alimentos, tais como os miúdos. O teste do ácido úrico é frequentemente recomendado para diagnosticar a gota e muitas outras patologias.

O que é ácido úrico?

Um produto da degradação de ácidos nucléicos (RNA e DNA) e purinas, o ácido úrico é naturalmente evacuado pelo trato urinário. Uma certa quantidade de ácido úrico também provém da dieta humana, uma vez que é encontrada, em particular, em animais de caça, moluscos, miúdos, queijo fermentado ou álcool.

Um consumo excessivo desse tipo de alimento pode eventualmente aumentar o nível de ácido úrico no sangue, o que pode, de fato, causar gota ou pedras nos rins.

A dosagem de ácido úrico

A medição do ácido úrico é feita a partir de uma amostra de sangue coletada por venopunção na curva do cotovelo. O exame é realizado em um paciente em jejum, já que o nível de ácido úrico varia consideravelmente após uma refeição.

Como regra geral, o médico prescreve esse exame de sangue quando suspeita de disfunção renal ou quando os pacientes sentem dores nas articulações. As mulheres grávidas também estão sujeitas a uma vigilância maior, porque são mais propensas do que outras a terem seus níveis séricos de ácido úrico aumentados ou diminuídos.

Os valores normais dos níveis de ácido úrico variam de 40 a 60 mg / l nos homens, 30 a 50 mg / l nas mulheres e 25 a 40 mg / l nas crianças. Deve-se notar, no entanto, que os padrões indicativos podem variar de um laboratório para outro.

Ácido úrico muito baixo: o que isso significa?

Quando o nível de ácido úrico observado é menor que 20 mg / L, é chamado de hiporuricemia. É mais raramente observado do que um aumento do ácido úrico e permanece, na maior parte, menos grave.

Várias patologias podem estar associadas à diminuição da uricemia sérica. É o caso, entre outras, da insuficiência renal, doenças hepáticas graves, dieta pobre em purinas, doença de Wilson ou síndrome de Fanconi. A gravidez também pode promover uma diminuição do ácido úrico no sangue.

Ácido úrico muito alto: o que isso significa?

Níveis de ácido úrico acima de 80 mg / l são denominados hiperuricemia. Nesse caso, o médico pode, dependendo dos sinais clínicos apresentados, direcionar suas investigações para as seguintes patologias:

- gota

- diabetes,

- leucemia,

- hipoparatireoidismo,

- insuficiência renal aguda,

- mieloma múltiplo,

- pedras nos rins,

- câncer metastático...

Note que uma dieta rica em purinas também pode causar esse tipo de aumento. Em todos os casos, testes adicionais devem ser realizados para especificar o diagnóstico.

Escrito por Danielle Pereira
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações