Periodontite

A periodontite é uma inflamação do periodonto, o tecido que dá suporte aos dentes. Na maioria das vezes, ela ocorre após uma gengivite.

Definição: o que é a periodontite?

A periodontite é uma inflamação do periodonto, tecido que dá suporte aos dentes. Ele é composto pela gengiva, pelo cemento, pelo ligamento periodontal e o osso alveolar.

Trata-se de uma doença comum, que atinge cerca de 65% das pessoas acima de 60 anos.

Podemos identificar vários tipos de periodontite de acordo com a idade em que surgiu e a progressão da doença.

- Periodontite crônica: esta é a forma mais frequente de periodontite. Ela tem uma evolução prolongada e atinge principalmente os adultos. A periodontite crônica se caracteriza pela aparição da bolsa periodontal, um espaço entre o dente e a gengiva.

- Periodontite agressiva: este tipo tem uma progressão muito mais rápida. Ela se manifesta através de um desgaste veloz do osso.

- Periodontite juvenil: ela se manifesta precocemente e também é caracterizada por uma progressão rápida. Este tipo é mais raro do que a periodontite crônica.

Sintomas da periodontite

A periodontite frequentemente ocorre após uma gengivite (inflamação da gengiva), que se estende através dos tecidos e é acompanhada por sangramentos na gengiva. Também é possível identificar os seguintes sinais:

- aumento aparente do tamanho dos dentes

- retração da gengiva

- deslocamento anormal dos dentes

- formação de um espaço entre a gengiva e o dente

- dores ao mastigar

- abscessos com pus na gengiva

- mau hálito

Os sintomas geralmente demoram a aparecer durante a evolução da periodontite. Por isso, é muito importante consultar um dentista assim que aparecerem os primeiros sinais. O mais comum é a aparência de dentes mais longos devido à retração da gengiva.

Causas da periodontite

A periodontite é uma doença de origem bacteriana. Na maioria das vezes, ela ocorre por falta de higiene bucal, que leva à formação de uma placa bacteriana no dente. Se não for eliminada durante a escovação dos dentes, essa placa pode se transformar em tártaro. Isso provoca então uma inflamação da gengiva (gengivite) permitindo a proliferação das bactérias responsáveis pela doença.

Os indivíduos que possuem um sistema imunológico debilitado possuem maior risco já que este não consegue impedir a multiplicação das bactérias. É o caso dos diabéticos, das pessoas que possuem alterações hormonais (menopausa, gravidez) ou uma doença genética. Má alimentação, consumo de álcool ou tabaco, infecção e obesidade também são fatores de risco para o surgimento e evolução da periodontite.

Tratamento da periodontite

O tratamento da periodontite começa com uma limpeza completa dos dentes. O dentista realiza uma remoção do tártaro e uma raspagem radicular. Trata-se de uma intervenção feita sob anestesia local, que visa eliminar restos de comida que se acumularam no espaço entre o dente e a gengiva. Se for necessário, um tratamento com antibióticos pode reduzir a inflamação.

Em certos casos, essa limpeza não é suficiente e é preciso fazer uma cirurgia. Existem diversos métodos para reparar as lesões ósseas, como enxerto ósseo ou a utilização de biomateriais no interior da gengiva.

Mesmo depois de curada, é fundamental conservar (ou reestabelecer) uma boa higiene bucal para evitar recaídas. Também é recomendável escovar os dentes de duas a três vezes por dia com uma escova macia, para não danificar as gengivas, e utilizar um enxaguante bucal.

Publicado por -