Caminhoneiro arruina parte das linhas de Nazca

Caminhoneiro arruina parte das linhas de Nazca

Caminhoneiro invade reserva natural que contém os geoglifos. As linhas milenares são consideradas Patrimônio da Humanidade e até mesmo místicas.

Jainer Jesus Flores Vigo, que dirigia seu caminhão, invadiu e danificou parte das famosas linhas de Nazca no Peru. Autoridades locais encontraram profundas marcas de pneu em pelo menos 3 geóglifos (desenhos na terra) e pediram 9 meses de prisão preventiva do caminhoneiro e um multa de 1550 dólares (aproximadamente 5500 reais). Jainer alegou que não sabia que a área era protegida e que entrou pois estava com problemas nos pneus e continuou seu caminho. O motorista não sabia que estava sendo filmado e logo o vídeo se tornou viral.

Leia também
O maior javali do mundo: o Sus Scrofa Attila é um gigante das florestas

As linhas possuem mais de dois mil anos e não se sabe ao certo para que foram construídas. Elas possuem formas geométricas e figuras de animais, como pássaros, lhamas, macacos, baleias e até mesmo figuras humanas. Pesquisadores afirmam que foram feitas para escoar água das escassas chuvam que caem na região e irrigar a colheita. Outros dizem que foram feitas para a realização de rituais religiosos para pedir água aos deuses e até mesmo que as linhas seriam uma forma de contato com seres extraterrestres ou uma pista de pouso para OVNIs.

Autoridades afirmaram que essa não é a primeira vez que ocorre esse tipo de acidente, e que são relativamente comuns e as pessoas até mesmo jogam lixo, porém dessa vez alguém estava registrando.

• Marcos Silva
Leia mais