Fimose

A fimose é um estreitamento da extremidade do prepúcio. Muito comum em bebês, ela também pode surgir na idade adulta. Neste caso, requer um tratamento local ou uma operação.

Definição: o que é a fimose?

A fimose é um estreitamento da extremidade do prepúcio que impede sua retração. Ela pode provocar uma inflamação entre a glande e o prepúcio.

Causas da fimose

É possível identificar dois tipos de fimose de acordo com a idade em que aparece. A fimose do bebê é um fenômeno comum que atinge 96% dos recém-nascidos. Ela não apresenta nenhuma complicação e desaparece naturalmente com o tempo. Durante o crescimento da criança, o prepúcio amolece aos poucos, sobretudo quando ocorrem as primeiras ereções.

A fimose também pode acontecer na idade adulta. Pode se tratar de uma fimose presente desde a infância que tenha persistido, pode ser resultante de um traumatismo do prepúcio que causou um espessamento da sua extremidade (retração forçada, cicatrização etc), de uma doença de pele (líquen escleroso) ou de uma infecção local. A fimose não ocorre nas pessoas circuncidadas.

Complicações da fimose

Na maioria das vezes, a fimose não é dolorosa, mas pode provocar diversas complicações se persistir por um longo período. Neste caso, ela é acompanhada de dificuldades para urinar, já que o prepúcio é muito fechado ao redor da glande. Isso resulta em um inchaço do prepúcio que retém a urina, provocando um fluxo muito fraco durante a micção.

Além disso, a fimose dificulta a manutenção de uma boa higiene do pênis. Isso aumenta os riscos de contração uma infecção da glande ou do prepúcio. A pele fica avermelhada e sensível e a micção pode ser dolorosa.

Por fim, a fimose pode evoluir em uma parafimose quando ocorre tração forçada durante uma ereção ou de uma relação sexual. Neste caso, se torna impossível retorná-lo à posição normal. Isso cria um estrangulamento da glande pelo anel do prepúcio, gerando inchaço, dores na glande e diminuição da circulação sanguínea. Esta última se manifesta através de uma coloração arroxeada da extremidade do pênis.

Tratamento da fimose

Se a fimose não for dolorosa, pode ser tratada de forma local com o auxílio de um creme à base de cortisona. Certos exercícios também permitem ajudar a descolar o prepúcio. Esse tratamento se mostra eficaz e suficiente em cerca de 90% dos casos.

Nos demais ou quando há parafimose, é necessário recorrer à cirurgia. A técnica utilizada é a postectomia, comumente chamada de circuncisão. Trata-se da retirada do prepúcio. A operação é rápida e é feita sob anestesia geral ou local, de acordo com cada caso. A cicatrização leva de duas semanas a um mês.

Publicado por -