fibroscopia

A endoscopia, também chamada de fibroscopia, é um exame médico que permite a visualização do interior do corpo.

O que é fibroscopia?

A fibroscopia, também chamada de endoscopia, é um exame médico que permite a visualização do interior do corpo. Ela pode ser usada para examinar diferentes áreas, como o estômago, o cólon, os brônquios, o esôfago, o duodeno etc.

A exploração é feita com a ajuda de uma sonda chamada endoscópio ou fibroscópio. Trata-se de um tubo flexível dotado de uma mini câmera e manejado por um controle. O endoscópio também é capaz de coletar um pedaço de tecido (biópsia), de retirar um tumor e de tratar pequenas lesões.

Tipos de fibroscopia

- Fibroscopia digestiva alta:

A fibroscopia digestiva alta permite a exploração do aparelho digestivo: esôfago, estômago e intestino delgado. Ao contrário da maioria das fibroscopias, ela é feita sob anestesia local, ao invés de geral. Um spray anestésico é aplicado no fundo da garganta por um gastroenterologista e o endoscópio, de cerca de um metro de comprimento e um centímetro de diâmetro, é introduzido através da boca e da faringe.

Caso se verifique uma lesão, uma amostra da mucosa digestiva pode ser coletada. Se a lesão for suficientemente pequena, ela pode ser tratada diretamente com a ajuda de um laser ou de um bisturi elétrico.

Essa fibroscopia é muito rápida, não dura mais de cinco minutos em média. É indispensável que o paciente faça jejum duas horas antes do procedimento.

- Fibroscopia do cólon ou colonoscopia:

colonoscopia permite a exploração do cólon ou do intestino grosso. Ela é usada, principalmente, no diagnóstico do câncer de cólon ou para detectar lesões no interior desse órgão. Antes do exame, o paciente deve fazer uma limpeza intestinal com o auxílio de um laxante que deve ser tomado na véspera.

A colonoscopia dura cerca de meia hora. O endoscópio é introduzido pelo ânus e é guiado até o intestino grosso. É feita uma insuflação de ar para descolar a paredes do órgão e facilitar a passagem do tubo.

- Fibroscopia brônquica ou pulmonar:

Esta técnica, também chamada de broncoscopia, tem por objetivo a exploração da traqueia e dos brônquios. Ela normalmente é usada no diagnóstico do câncer de pulmão. Assim como na endoscopia digestiva alta, a inserção da sonda é feita através da boca por um pneumologista após uma anestesia local. O exame dura entre 10 e 20 minutos.

- Citoscopia:

Ao contrário dos exames anteriores, este não requer nenhuma preparação ou restrição alimentar. Com duração de cerca de meia hora, ele é utilizado para diagnóstico do câncer de bexiga. A citoscopia permite a visualização da uretra, da bexiga e da próstata, no caso do homem. O endoscópio é introduzido pelas vias urinárias e é revestido por um gel anestésico.

Publicado por -