Endoscopia

A endoscopia é um exame médico que permite visualizar partes internas do corpo que não podem ser avaliadas a olho nu ou com a ajuda de outro dispositivo. O exame é indolor, mas pode suscitar algumas dúvidas. Como é feita a endoscopia? Existem riscos? Confira essas e outras explicações.

O que é a endoscopia?

A endoscopia é um exame médico que permite explorar o interior de um órgão ou cavidade do corpo com a introdução de um endoscópio, uma pequena câmera colocada no final de um tubo fino e maleável que contém fibras ópticas. Existem diversos tipos de endoscopia de acordo com os órgãos estudados como broncoscopia (brônquios), colonoscopia (cólon), endoscopia digestiva alta (estômago e duodeno), cistoscopia (bexiga), laringoscopia (laringe), laparoscopia (cavidade abdominal) etc.

A endoscopia pode ser feita para a realização de um diagnóstico ou para um tratamento, geralmente em uma endoscopia operatória.

Como é feita uma endoscopia?

O exame costuma ser incômodo, mas não doloroso. De acordo com a área analisada, a endoscopia pode ser feita sob anestesia local ou geral. A duração da intervenção também varia em função da área. Por exemplo, uma laparoscopia requer uma hospitalização de curta duração, enquanto que uma endoscopia gástrica é feita em algumas horas em uma sala de exame.

Quando possível, as endoscopias são feitas através das vias naturais. Caso contrário, uma incisão permite penetrar em certas cavidades do organismo. A maioria dos exames necessita que o paciente faça um jejum obrigatório de algumas horas. O tabaco e o álcool também devem ser evitados nos três dias que antecedem o exame.

Endoscopia: quais são os riscos e contraindicações?

As complicações ligadas às endoscopias são hoje muito raras. Quando ocorrem, elas geralmente são provocadas por um problema com a anestesia. Por esse motivo, é sempre necessária a realização de uma consulta pré-anestésica.

O material endoscópico passa por uma desinfecção muito rigorosa após cada utilização, a fim de evitar qualquer risco de contaminação, especialmente de doenças como a hepatite C. As pessoas que apresentam transtornos de coagulação sanguínea não podem realizar uma endoscopia.

Publicado por -