Colonoscopia

A colonoscopia é um exame de imagem que permite a exploração e a visualização do cólon. Ela é realizada no diagnóstico do câncer do cólon ou para detectar lesões no interior do órgão.

Definição: o que é a colonoscopia?

A colonoscopia é um exame de imagem que permite a exploração e a visualização do cólon. Ela é realizada com o auxílio de uma sonda, chamada colonoscópio, que é introduzida pelo ânus e conduzida até o intestino.

O cólon, também chamado de intestino grosso, é a última parte do sistema digestivo, situado entre o ceco e o reto. Em adultos, ele mede cerca de 1,5 metro de comprimento e entre 4 e 8 centímetros de diâmetro. Seu principal papel é absorver os dejetos, nutrientes que não foram digeridos pelo intestino delgado. Ele também é responsável por manter o equilíbrio hídrico (regulação de água) do organismo.

A colonoscopia geralmente é utilizada para detectar lesões no interior do cólon após sintomas alarmantes (sangue nas fezes, dores abdominais sem explicação, anemia etc). O exame também serve para diagnosticar o câncer do cólon, principalmente em pessoas do grupo de risco.

Preparação para a colonoscopia

Uma consulta ao médico alguns dias antes da colonoscopia permite explicar os preparativos necessários. Antes de fazer o procedimento, o cólon deve ser completamente limpo para facilitar a visualização e a passagem da sonda. Essa evacuação é feita com o auxílio de um laxante líquido que deve ser tomado no dia anterior.

Além disso, é recomendável adotar uma dieta sem fibras dois ou três dias antes do exame. Portanto, frutas, legumes frescos, alimentos gordurosos e laticínios são desaconselhados. Além disso, a anestesia geral requer que a pessoa esteja de jejum no dia da colonoscopia.

Se o regime sem resíduos não for seguido à risca pelo paciente, o cólon pode não estar suficientemente limpo. Neste caso, o exame é cancelado e remarcado para outro dia.

Como é feito o procedimento

A duração da colonoscopia é de cerca de meia hora. O paciente fica deitado de lado em uma mesa de operação com as pernas ligeiramente dobradas e o colonoscópio, um tubo flexível de um centímetro de diâmetro equipado com uma câmera e uma fonte de luz, é inserido no ânus. Também é feita uma insuflação de ar a fim descolar as paredes do cólon.

O vídeo é transmitido em tempo real para uma tela e o intestino grosso é visualizado por completo à procura de anomalias e irregularidades na parede do cólon. Caso haja dúvida, o médico pode retirar amostras de tecido ou de mucosa a fim de analisá-los. Isso é chamado de biópsia.

Riscos e efeitos colaterais da colonoscopia

A colonoscopia é um exame simples que geralmente não apresenta complicações sérias. Os efeitos colaterais que ocorrem com frequência são leves:

- náusea

-vômitos

- irritação no reto

- às vezes sangue nas fezes no dia seguinte à colonoscopia

Em menos de 1% dos casos, pode haver perfuração das paredes do intestino e uma hemorragia. Também podem ocorrer problemas cardíacos ou respiratórios. No entanto, estes casos são extremamente raros. No final do exame, é preciso aguardar um período de observação para garantir que não houve complicações.

É importante lembrar que o retorno para casa após a colonoscopia deve ser feito com um acompanhante, já que o paciente não tem condições de dirigir nas 12 horas subsequentes ao exame por causa da anestesia.

Publicado por -