O mascote brasileiro "Canarinho pistola" é proibido de entrar nos gramados na Copa do Mundo 2018

O mascote brasileiro "Canarinho pistola" é proibido de entrar nos gramados na Copa do Mundo 2018

Nessa semana, a FIFA anunciou a proibição da entrada do mascote mais querido do Brasil nos gramados da Copa. O resultado disso é que ficou todo mundo bravo como o canarinho

O Canarinho Pistola ficou triste e ainda mais raivoso depois de se dar conta da nova proibição da FIFA: o mascote brasileiro não poderá ter acesso ao campo durante os jogos da Seleção na Copa do Mundo.

O canarinho e a torcida da seleção ficaram ainda mais "pistola".Segundo a conta do canarinho no Twitter, o mascote ficou absolutamente revoltado com a decisão, ameaçando trabalhar de cambista na Copa do Mundo e descumprir todas as medidas adotadas pela organização do campeonato.A entidade maior do futebol permitiu apenas que o mascote Zabivaka, o lobo da Rússia, figura oficial da Copa, permanecesse nos gramados.No entanto, o canarinho vai participar dos dois jogos amistosos de preparação da Seleção.

Agora nesse domingo, dia 3, no jogo contra a Croácia, e em Viena, no dia 10, onde a Seleção enfrentará a Áustria. Bem como o canarinho queria, ele vai continuar presente em todas as atividades fora dos gramados e do controle da FIFA, como nos treinamentos, e em todas as atividades da Seleção Brasileira.Com direito a transporte oficial da Confederação Brasileira de Futebol, o mascote, que ficou popularmente conhecido como "Canarinho Pistola", já embarcou para a Europa e já está preparado para apoiar a equipe dirigida por Tite.

• Pedro Souza
Leia mais