artrite

A Artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica que afeta várias articulações. Quais são seus sintomas e tratamentos?

O que é artrite reumatoide?

A poliartrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica (artrite) que afeta várias articulações. É uma doença autoimune, ou seja, o sistema imunológico (anticorpos) ataca o corpo ao invés de defendê-lo. A inflamação ocorre na sinovial, a membrana que envolve as articulações.

A poliartrite reumatoide é o mais comum dos reumatismos inflamatórios crônicos, atingindo cerca de 0,25% da população. As mulheres são três vezes mais afetadas do que os homens e o pico de incidência da doença é por volta dos quarenta anos.

Sintomas da artrite reumatoide

As dores articulares são os primeiros sintomas de uma poliartrite reumatoide. Elas são particularmente fortes no fim da noite e podem provocar despertares noturnos, levando a um grande cansaço. Essas dores são acompanhadas por uma rigidez matinal, que dura pelo menos 30 minutos.

doença progride em surtos de intensidade variável, durante os quais o líquido se acumula na membrana sinovial. Quando isso acontece as articulações ficam inchadas e dolorosas. As dores geralmente são simétricas (dos dois lados do corpo) e afetam, pelo menos, três pontos nas mãos, dedos ou pés.

Durante o desenvolvimento da artrite, novas articulação ficam susceptíveis de serem atingidas: joelhos, quadris, ombros, cotovelos...

Causas da artrite reumatoide

As causas da poliartrite reumatoide ainda são desconhecida. No entanto, vários fatores de risco que favorecem o início da doença são conhecidos:

- Predisposição genética

- Tabagismo 

- Um trauma psicológico (divórcio, luto ...)

-Obesidade

- Alterações hormonais (menopausa, por exemplo)

- Alterações do sistema imunológico

Tratamento da artrite reumatoide

Progressos significativos foram feitos no tratamento da poliartrite reumatoide. Se for iniciado logo no início da doença, é possível parar a sua progressão. O tratamento medicamentoso da poliartrite inclui a ingestão de analgésicos para acalmar a dor, anti-inflamatórios para tratar a rigidez matinal ou corticoides. Estes medicamentos são associados a um tratamento de base adaptado para cada indivíduo.

Com a evolução de artrite, às vezes algumas intervenções cirúrgicas são necessárias. Estas intervenções podem ser a substituição da articulação danificada ou uma sinovectomia, uma operação que consiste em remover, parcialmente ou completamente, a membrana sinovial afetada.

Além disso, recomenda-se seguir a sessões de reabilitação com especialistas (fisioterapeuta, terapeuta ocupacional) e, se for preciso, uma ajuda psicológica.

Publicado por -